Artigos

Pensão Alimentícia: Veja como fica em caso de desemprego ou mudança de renda

Design sem nome (14)

A Pensão Alimentícia é um assunto que gera muitas dúvidas e preocupações entre os envolvidos em um processo de divórcio ou separação. Um dos temas mais recorrentes diz respeito ao que acontece com os pagamentos em caso de mudança de renda ou desemprego de uma das partes envolvidas.

De acordo com a legislação brasileira, deve ser paga por quem controla a guarda dos filhos e tem a obrigação de mantê-los, seja ela a mãe, o pai ou ambos. A obrigação de pagar a pensão alimentícia é mantida mesmo em caso de mudança de renda ou desemprego. Porém, é necessário tomar alguns cuidados para evitar problemas futuros.

O primeiro passo é tentar um acordo amigável entre as partes, a fim de ajustar o valor da Pensão Alimentícia ao novo contexto financeiro. Se ambas as partes concordarem, é possível fazer um aditamento ao acordo, formalizando uma mudança no valor a ser pago.

No entanto, caso as partes não cheguem a um acordo, é necessário recorrer à Justiça para solicitar uma revisão da Pensão Alimentícia. Nesse caso, é importante verificar a mudança de renda ou desemprego por meio de documentos. Como por exemplo, contracheques, extratos bancários, declarações de imposto de renda e outros.

Ao analisar o pedido de revisão, a Justiça leva em conta a situação financeira atual de ambas as partes. Bem como, o padrão de vida que os filhos tinham antes da mudança de renda ou desemprego e a capacidade financeira de cada um para arcar com os custos da pensão.

É importante lembrar que a Pensão Alimentícia tem um caráter temporário. Sendo assim, pode ser revista a qualquer momento – seja para aumentar ou diminuir o valor a ser pago. Por isso, é fundamental manter uma comunicação aberta e honesta entre as partes envolvidas, a fim de evitar desentendimentos futuros.

Conheça a JES Advocacia

Um escritório de advocacia tradicional e especialista em ações de família, como a Pensão Alimentícia, vai ter orientar sobre os seus direitos e as melhores estratégias para buscar o cumprimento da obrigação de pagar a pensão.

Com isso, você terá a tranquilidade de saber que seus direitos estão sendo defendidos por um profissional experiente e comprometido com o seu caso. Atuaremos de forma estratégica, buscando a solução mais eficiente e rápida para o seu problema.

Não deixe a falta de pagamento da pensão alimentícia prejudicar a vida de seus filhos. Conte com a ajuda de um advogado especializado e garanta o seu direito e de seus filhos. Entre em contato conosco e agende uma consulta. Clique no botão de WhatsApp e fale conosco agora mesmo!

Outros Artigos